O treinamento de força exerce um papel importante para quem deseja ficar em forma e saudável, especialmente para as mulheres. Levantar pesos vai muito além dos benefícios estéticos, pode ser praticado por pessoas de todas as idades e de diferentes níveis de aptidão física.

1. Ossos fortes

Enquanto as mulheres envelhecem tornam-se cada vez mais suscetíveis a perda óssea e osteoporose. Embora os homens também podem sofrer com esta medida que envelhecem, as mulheres são especialmente em risco devido a seus esqueletos leves.

Até os 30 a 35 anos estamos construindo nossos ossos, mas depois disso a densidade tende a diminuir ao longo dos anos, deixando muitas mulheres propensas a fraturas e quedas.

O treinamento de força ou exercícios com pesos vem sendo utilizado para ajudar a aumentar a densidade óssea e retardar o processo de perda óssea ao longo do tempo. Para as mulheres mais jovens, o treinamento de força pode ajudar a construir ossos fortes que são, portanto, mais resistente à perda de massa óssea na vida adulta e para as mulheres mais velhas este tipo de treinamento pode ajudar a retardar o processo de perda óssea.

2. Controle de peso

Pensava-se que apenas o treinamento aeróbico era suficiente para promover a perda de peso, hoje sabemos que o treinamento de força também ajudará no controle de peso. O treinamento de força ajuda a construir músculos, que é metabolicamente mais ativo do que o tecido adiposo, ou seja, você pode queimar mais calorias mesmo quando em repouso, se aumentar a massa muscular.

Para melhores resultados a combinação do treinamento de força e aeróbico para obter melhores resultados, mas não se deve substituir o treinamento aeróbico, pois pesquisas sugerem que é mais eficaz para perda de peso e proporcionam outros benefícios para os níveis de aptidão.

É importante lembrar, porém, que o músculo é também mais pesado do que a gordura, por isso, se o seu treino é eficaz os resultados não podem ter como referência o peso da balança. Procure uma medida diferente, como circunferências ou dobras cutâneas para monitorar a perda de gordura. 

3. Reduz o risco de lesões treinamento de força mulheres

Além dos benefícios do treinamento resistido sobre os ossos, reduzindo o risco de fraturas e lesões ósseas, também pode ajudar a reduzir o risco de outros tipos lesões.

Como a capacidade funcional é mantida ou melhorada através deste tipo de treinamento, o risco de lesão diminui significativamente. Ajuda a corrigir os desequilíbrios musculares quando feito corretamente, reduzindo assim o risco de lesões musculoesqueléticas. Há também algumas evidências de que o aumento da força devido ao treinamento de resistência pode ajudar a diminuir o risco de lesões lombares.

4. Tonifica

Embora o treinamento aeróbico tende a queimar mais calorias e diminuir a gordura, o treinamento de resistência pode melhorar a aparência do corpo, tonificando e enrijecendo os músculos. Estes efeitos não podem fazer a diferença para o seu peso corporal, mas pode resultar na diminuição do tamanho do manequim.

Lembre-se que, mesmo se você fizer o treinamento de força suficiente para construir um abdômen de aço, não será visível a menos que você siga uma dieta de calorias controladas e fazer exercício aeróbicos para queimar gordura.

5. Gerenciamento as condições crônicas

O treinamento de força é pensado para ajudar no gerenciamento de condições crônicas, como dor nas costas, doenças metabólicas (como por diabetes e doenças cardíacas) artrite, obesidade, osteoporose e até mesmo depressão. Consulte um educador físico a respeito de como um programa de treinamento de força pode ajudá-lo, pois é importante a realização correta do programa para promoção dos benefícios.

6. Melhor desempenho

Se você é atleta de alguma modalidade esportiva, o aumento da força decorrente do treinamento de resistência pode melhorar seu desempenho. Todos os atletas profissionais treinam em academias e por uma boa razão; a construção de força pode lhes dar maior vantagem sobre o seu adversário.

Mesmo que você só treine para se manter saudável ou para se divertir, aumento da força pode tornar sua rotina diária mais fácil e agradável.

7. Sentir mais forte

Sentindo-se mais forte e saudável beneficiará ao bem-estar mental e como pensamos sobre nós mesmos. Pessoas que se sentem bem com seus corpos estão mais confiantes e geralmente se sentem mais feliz no seu dia-a-dia e treinamento de força pode ajudar com isso.

Ser fisicamente forte, também pode lhe dar a liberdade para fazer muitas atividades, trabalhos diferentes ou simplesmente proporcionar mais energia e força para correr em ativas diárias, como brincar com os filhos, subir escadas do prédio, levar sacolas, afazeres domésticos.

8. Melhora no equilíbrio

Melhor tônus ​​muscular e aumento da força devido ao treinamento de força também tem sido sugerida para melhorar o equilíbrio. Isso é importante em mulheres mais velhas, que podem ser em maior risco de quedas e lesões devido a tônus ​​muscular fraco, mas também em mulheres mais jovens.

Muitos benefícios esportes de bom equilíbrio, como o surf, esqui, dança e ginástica, assim que o treinamento de força, principalmente nas áreas centrais pode ser importante para pessoas que fazem essas atividades.

9.Controle de glicose no sangue

O treinamento de força tem sido associada com o melhor controle da glicose no sangue em uma série de estudos. Pesquisadores afirmam que pessoas com diabetes tipo 2 pode melhorar os níveis de glicose no sangue com a adição de treinamento de força.

Outras evidências também sugerem que o treinamento de força pode reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2 mais tarde na vida devido ao aumento da sensibilidade à insulina.

treinamento de força10. Coração saudável

Evidências sugerem que o treinamento de força pode ter um efeito positivo sobre fatores de risco para doenças cardiovasculares, tais como diminuição dos níveis de LDL “mau” colesterol, e aumento de HDL “bom” colesterol no sangue.

Também tem sido sugerido que o treinamento de resistência pode ajudar a reduzir a pressão arterial, embora as pessoas com pressão arterial elevada não deve iniciar o treinamento de força sem a aprovação de um médico.

A American Heart Association recomenda o treinamento de resistência para a diminuição do risco de eventos cardiovasculares e como parte da reabilitação em quem tem problemas cardíacos anteriores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Name *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.