A maioria das pessoas que desejam melhorar o rendimento no treinamento, querem fazer isto através do consumo de suplementos alimentares, especificamente do pré-treino. E muitas delas recorrem ao consumo de suplementos de forma indiscriminada, seja pela indicação de amigos, influência do professor de academia, ou pelo auto consumo sem a orientação de um profissional de nutrição.

Mas será que vale a pena investir em suplemento pré-treino para melhorar a performance? Será que funciona mesmo? Essas respostas podem ser encontradas em dois estudos publicados na edição do mês do Journal of the International Society of Sports Nutrition.

Estudo Nacional sobre o consumo de suplementos

Neste estudo epidemiológico, verificou-se a prevalência do consumo de suplementos alimentares em corredores de rua. A razão mais comum mencionada pelos corredores para consumir os suplementos alimentares, foi o aumento de energia, aproximadamente 30% da amostra, e 17% buscam melhoraria do desempenho.

A vertente deste estudo não difere da realidade atual dos consumidores de suplementos que treinam, no primeiro momento estão preocupadas em se sentir melhor (VERBO SENTIR, acho que já ouvir isso antes), em segundo lugar, querem melhora do desempenho. Parece obvio, não é Rany? Calma, ainda não acabei. Entre os corredores, a preferência pelo consumo de carboidratos, proteínas e vitaminas.

Em contra partida, no estudo americano analisou o consumo de suplementos pré-treino que pretendem aumentar o desempenho e a energia. Muitos dos meus leitores, provavelmente utilizam ou já utilizaram para aumentar a energia e desempenho algum tipo de pré-treino, mesmo aquele mais simples que contém apenas cafeína em sua composição. E até mesmo outros ingredientes como taurina, beta-alanina e creatina. Chegarei neste aspecto, daqui a pouco.

Com o aumento da experiência (frequência semanal de treino e tempo de pratica) do grupo de corredores, o consumo de suplementos ainda foi menor do que encontrados por outros esportes. Com mais experiência e tempo de pratica, os corredores consomem mais suplementos e isso não me surpreende. Além disso, ter orientação de um treinador aumentou a probabilidade do corredor usar suplementos em quase 5 vezes mais.

Estudo Americano sobre uso do pré-treino

Neste estudo realizado com levantadores cujo o objetivo do estudo é avaliar os efeitos do suplemento pré-treino contendo creatina, beta-alanina, L-Tarurine, L-leucina, e cafeína, na força muscular, potência anaeróbica e medidas do corpo (composição corporal) e estados de humor.

O estudo é duplo cego pareado, vinte indivíduos do sexo masculino consumiram 30 g de um suplemento pré-treino ou placebo maltodextrina 30 minutos antes do treino.

Os resultados nos mostram que não houve mudanças no% de gordura corporal (% ; Δ-0,43 ± 0,58, p = 0,920), massa gorda (Δ-2,45 ± 5,72, p = 0,988), ou massa corporal magra (MCM; 10,9 ± 12,2, p = 0,848). IC 95% demonstraram aumentos  significativo para força do Leg Press em ambos os grupos. Houve um efeito principal para momento para potencia de pico(Δ100.5 ± 42.7W, p = 0,001), Supino(Δ8.0 ± £ 12,9, p = 0,001) e Leg Press (Δ80.0 ± £ 28,8, p = 0,001), sem diferenças significativas entre os tratamentos. Não houve diferença significativa nos estados de humor entre os grupos. Dessa forma, eles concluíram que os  levantadores não tiveram ganhos significativos ao tomar suplemento o pré-treino. Nada mudou estatisticamente significativo que fosse atribuído ao uso do suplemento.

Conclusão

Podemos observar com esses dois estudos e dizer que, embora as pessoas tomem suplemento para se sentir melhores e ter um melhor desempenho, não cumprem com esse papel. Na verdade, os pesquisadores brasileiros indicaram que uma dieta equilibrada é mais importante para satisfazer as necessidades de um atleta.

É tão verdadeiro isso, que os pesquisadores americanos encontraram apenas uma pequena tendência para a melhoria de força. Estatisticamente, o aumento em relação ao placebo foi tão pequeno que talvez não possamos considerar esse dado. Lembre-se os suplementos são destinados a fornecer um pequeno benefício nutricional, do que uma dieta saudável é capaz de fornecer. Talvez novos estudo, e com maior tempo de duração encontrem vantagens maiores estatisticamente do uso dos suplementos pré-treino para fornecer maior energia e desempenho aos seus consumidores. Tenho convite de realização de um estudo com pré-treino, ainda não concretizado, possa ser contribua para ciência com alguma novidade, mas vai ficar sendo assunto para um próximo texto.

Assim, enquanto esses estudos nos esclarecem sobre a importância de uma boa dieta, eles também complementam que as pessoas estão perdendo dinheiro fácil, investindo somente nos suplementos. Esses são apenas um complemento eficaz para uma dieta saudável, e darão alguma vantagem até grandes resultados quando consumidos de forma coerente.

Referências:

Outlaw JJ, Acute effects of a commercially-available pre-workout supplement on markers of training: a double-blind study, Journal of the International Society of Sports Nutrition 2014, 11:40

Salgado JVV, Dietary supplement usage and motivation in Brazilian road runners, Journal of the International Society of Sports Nutrition 2014, 11:41

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Name *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.